segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Tua flor


Tua carne, boca e calor
Carícias e sedução 
Nesse deleite e furor
Com sorrisos e tentação 

Assim descubro tua flor
Entre a saliva e visgo
Ilharga, coxas e fulgor
Ode, áspide de fogo

Assim sorvo tua boca
Nesse insano queimor
Em tua pele de laca
Trêmula nesse ardor

Nos lagos, corpos suados, 
Teus gemidos e sabor
Na busca, êxtasiados
Caminho enlouquecedor

Descoberta do mito 
Intenso prazer e calor
Que na tua flor sinto
Revelando-nos o amor

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário